Meta

Comentários

Páginas

Destinos
Paris - Museu do Louvre - Parte 2 - A Pirâmide
Quarta, 14 de Maio de 2014

Paris - Museu do Louvre - Parte 2 - A Pirâmide


Louvre Paris Pirâmide

O Louvre tinha uma entrada… humm, vamos dizer… mais humilde… e com o passar do tempo e com o tamanho sucesso do museu ela já não dava conta da multidão de visitantes. Então, em  26 de setembro de 1981, o Presidente da República na época, François Mitterrand, anunciou um projeto chamado o “Grande Louvre”, que reorganizaria e, porque não, dizer revolucionaria completamente o museu. Para isso, Paris contratou o arquiteto chinês-americano Ieoh Ming Pei, famoso obras na National Gallery em Washington, para projetar uma nova e moderna área de recepção e diminuir o congestionamento dos visitantes.

Louvre Paris

Em 30 de março de 1989 foi inaugurada a pirâmide de vidro construída no centro da Cour Napoléon (pátio principal do Louvre), esta passou a ser a entrada principal do Louvre e é até hoje. Graças à grande pirâmide foi possível acessar rapidamente o subsolo (hall de entrada) do Louvre. As pirâmides, feitas apenas de vidro e aço, fornecem luz aos espaços subterrâneos e, por serem transparentes, preservaram a visão dos edifícios antigos do Louvre.

Como tudo que é inovador, a construção das pirâmides trouxe muita controvérsia. Uns dizem que elas criam uma sintonia perfeita entre o clássico e o moderno. Outros as consideram uma aberração.

Louvre Museu Paris

Louvre Paris Pirâmide

Lua Cheia no Louvre

Não bastasse a polêmica já existente, Dan Brown fez o favor de deixar o assunto ainda mais quente. Em seu livro, O Código da Vinci trouxe à tona uma antiga lenda urbana que dizia que a  grande pirâmide fora construída exatamente com 666 painéis de vidro, o Número da Besta.  O Museu do Louvre, no entanto, desmentiu o fato dizendo que a Grande Pirâmide possui, na verdade, 673 painéis (603 losangos e 70 triângulos). A pirâmide maior possui uma altura de 20,6 m, com uma base quadrada de 35m de cada lado.

Depois da Vênus de Milo e da Mona Lisa, a Pirâmide do Louvre ocupa o terceiro lugar no ranking das obras mais apreciadas do museu. Confesso que eu ainda não formei uma opinião firme sobre o assunto. Elas me encantam, me impressionam, mas não sei. Sempre gostei  - e muito - da mistura do clássico com o contemporâneo e acho que isso dá um encanto bem humorado à qualquer lugar. Mas o Louvre é o Louvre… não sei… Séculos de história e aí vem um chinês americano e me cria várias pirâmides, uma delas gigante… no meio daquilo tudo! Não tenho opinião formada sobre o assunto. Aguardo a de vocês… #nãotenhoopiniaoprópria

Louvre Pirâmide

Pyramide Inversée du Louvre (Pirâmide Invertida do Louvre), que complementa a obra, fica no Carrousel du Louvre e tem ao todo 84 losangos e 28 triângulos. Quem leu o livro (ou viu o filme) O Código Da Vinci deve se lembrar da cena final em que o personagem Robert Langdon aparece de pé sobre a base da pirâmide invertida. Na verdade, a base dessa pirâmide não é acessível já que ela é completamente cercada por arbustos no centro da Place du Carrousel - uma rotatória inacessível aos pedestres. A Pirâmide Invertida foi uma solução das boas pra levar luz natural ao hall de entrada do Louvre.

Museu Louvre Pirâmide Invertida

Museu do Louvre - Pirâmide Invertida

*** E vocês o que acham das Pirâmides? Ajudem-me a formar uma opinião! Hot or not? :)

 


Madri - Onde Ficar BBB: Hotel Regina
Terça, 13 de Maio de 2014

Madri - Onde Ficar BBB: Hotel Regina


O Hotel Regina é a minha recomendação de hospedagem em Madri. Um 3 estrelas, que passaria por 4 facilmente.

Quando fui consegui uma promoção no site oficial do hotel e paguei €191,55, sem café, em 4 diárias, no quarto duplo, com as taxas já inclusas. Ou seja, menos de 50 por noite para 2 pessoas! Foi inacreditável! Um hotel bom, com atendimento ótimo, no centro de Madrid com preço melhor que muito albergue!  Ah, a reserva foi feita com bastante antecedência e não era reembolsável. Mesmo fora desta promoção o hotel tem ótimos preços.

Hotel Regina Lobby

Lobby do Hotel (foto de Hotel Regina)

A falta de café da manhã não foi sentida, a rua é bastante movimentada. Do lado do hotel tem Starbucks e outro lugar do gênero, mas mais barata chamada VIPs (lanches, saladas e café da manhã - preço bom). Apesar de não ter provado o café da manhã, li ótimos comentários a respeito e vi que o preço não é absurdo também, €10 por pessoa.

Dali foi possível fazer muita coisa à pé: Plaza Mayor, Puerta del Sol, Museu Reina Sofia, Mercado San Miguel. E, dos pontos mais distantes, ou quando estava cansada, bastava pegar um metrô de onde eu estivesse e descer na estação Sevilla (está literalmente em frente ao hotel) ou na estação Puerta del Sol. Desta última eu caminhava até o hotel, que está literalmente à 3 minutos a pé - 250m.

Não é um hotel grande, mas é muito bem equipado. Com decoração aconchegante, levemente moderna e clean. Os atendentes foram muito gentis comigo… precisei imprimir passagem aérea, pedi balde de gelo, informações… Fui gentil e prontamente atendida. Possui um restaurante que abre de manhã, à tarde e à noite, com uma ótima carta de vinhos. E, o PRINCIPAL, é limpo e organizado!

Realmente não sei dizer qual é o seu ponto forte: preço, localização ou qualidade. Voltaria facilmente para lá. No hotel vocês encontrarão desde quarto individual até quarto quádruplo. Todos muito confortáveis. Alguns (minoria) ainda não foram reformados, mas ainda assim são muito bons. Na dúvida peça pelo quarto reformado. O meu quarto era muito bonito. Não senti falta de absolutamente nada. Ah sim, o secador de cabelos não era dos melhores, mas ok!

Hotel Regina Quarto Standard

Quarto Standard - esse foi o que fiquei! Era exatamente assim! (foto do Hotel Regina)

Hotel Regina Quarto Standard sem reforma

Alguns quartos ainda estão sem reforma. Ainda assim, valem a pena. (foto de Hotel Regina)

Hotel Regina Banheiro

O meu banheiro era assim… Muito bom, menos o secador! (foto de Hotel Regina)

Quarto Superior - Um pouco Maiores do que os Standards e com banheiro remodelado

Quarto Superior - Um pouco Maiores do que os Standards e com banheiro remodelado

Atualmente, o hotel está em 31. lugar no TripAdvisor de todos os hotéis de Madrid. No site (aqui) você pode ver mais fotos e comentários de outros hóspedes.

Como Chegar do Aeroporto: Já falei como chegar do Aeroporto ao Centro de Madrid aqui. Do Ônibus Exprés Aeropuerto, desçam na Plaza Cibeles. O hotel está à 650 metros em linha reta dali, é só seguir pela própria Calle de Alcalá (rua do hotel), que é uma das Ruas da Praça. Se for de taxi, provavelmente, gastará o valor mínimo. Se quiser ir de metrô, praticamente na praça, encontrará a Estação Banco España, entre nela e pegue a linha 2 (vermelha) em direção à em direção a Cuatro Caminos, desça na estação seguinte: Sevilla - ela é exatamente na frente do hotel.

HOTEL REGINA

Onde Fica? Calle de Alcalá, 19 28014 Madri, EspanhaMetrô: Sevilla (literalmente em frente ao hotel). Outros metrôs próximos: Puerta Del Sol  (estação com várias linhas e conexões de metrô) ou Gran Via.


Madri - Onde Comer - Mercado San Miguel
Terça, 13 de Maio de 2014

Madri - Onde Comer - Mercado San Miguel


O Mercado San Miguel é um lugar OBRIGATÓRIO na sua ida à Madri. Primeiro: porque é muito bom; Segundo: porque é lindo; Terceiro: porque está no Centro, super fácil de encaixar nos passeios - atrás da Plaza Mayor. O prédio foi reformado e reinaugurado em 2009, feito de vidro e ferro, bem lindo mesmo. O lugar é charmoso e impressiona desde à primeira vista. Dentro, dependendo do horário, você encontrará…
Leia mais


Paris - Onde Comer: L'Ambroisie
Sábado, 10 de Maio de 2014

Paris - Onde Comer: L’Ambroisie


A primeira vez que pesquisei na web sobre o L’Ambroisie encontrei a seguinte referência: Comida para provar antes de morrer (food to try before you die)! Confesso que toda essa prepotência me encantou. Sou fã de cumprir bons check list de vida sabe. Inclusive, o nome - L’Ambroisie - vem de ambrosia, que era o alimento dos deuses do Olimpo. O L’Ambroisie é um restaurante classudo, romântico, de alta gastronomia francesa e de…
Leia mais


Paris - Museu do Louvre - Parte 1 - Um pouco de História
Quinta, 08 de Maio de 2014

Paris - Museu do Louvre - Parte 1 - Um pouco de História


É com absoluta paixão que apresento-lhes as postagens sobre o Louvre. Ele é o meu local preferido no mundo… um lugar mágico, que mesmo se estivesse vazio valeria todo esse carinho. Nesse primeiro post vou tentar contar da maneira mais simples e breve possível um pouco da história do Louvre. A intenção é conquistar você… sim, você mesmo… que ainda torce nariz pra museu. O Palácio do Louvre respira história e…
Leia mais